Daily

To bluff or not to bluff?

8 Julho, 2019

Eis a questão! 🙂

Boa semana a todos!! 😉

Hoje trago aqui um tema polémico: o bluff.

O bluff nas propostas, o bluff dos consultores, dos vendedores e dos compradores…

Penso que era algo que se usava muito nos tempos antigos, aqueles tempos do “vendedor da banha da cobra”, talvez por isso, os consultores imobiliários se tenham tornado profissionais com esta fama/imagem. Na minha opinião, é triste que assim seja… É triste que não haja verdade nas negociações. Para o bem de todos.

E quando alguém me pede para fazer um bluff, a minha resposta é peremptória: Eu não trabalho com bluff.

Esforço-me por conseguir as melhores propostas para os proprietários e por entregar um bom produto aos compradores, quando estou na venda(que é onde mais surge esta questão, apesar de também surgir do outro lado). A venda e a compra tem que ser bom negócio para todos. E quando se faz bluff em relação a propostas, pode-se cair num erro difícil, ou muitas vezes, impossível de corrigir.

E explico porquê: quando não existem propostas, não faz sentido dizer a um comprador que temos uma proposta de X com o intuito de receber uma “mais alta”. É um risco tão mas tão grande, que muitas vezes o potencial comprador diz: então aceite a outra. E o que acontece, ficamos sem nenhuma. Na realidade não tínhamos nenhum, mas se tivéssemos sabido conduzir as negociações eficazmente, teríamos uma, que quem sabe poderia ser subida.

Por isso digo: não faço bluff. Há muitas estratégias para negociar, e sinceramente, esta, é das áreas que mais me apaixona nesta profissão. Acho que sou eficaz nesta parte (modéstia parte) pois tenho conseguido na maioria das vezes levar a água “ao meu moinho”, neste caso ao moinho dos meus clientes 🙂

Há vários tipos de clientes/pessoas e é essencial adaptarmos também o nosso estilo de negociação a cada um (mais ou menos agressivo).

E por hoje é tudo!

Tenham uma óptima semana 😉

Partilhe:
Daily

O que ninguém quer pagar

5 Julho, 2019

Olá!

Hoje vou falar um bocadinho, ou tentar esclarecer um pouco o tema das mais-valias! Basicamente, o que todos querem saber mas ninguém quer pagar! 😉

Para o caso de não se tratar de habitação própria permanente, há que pagar e pronto… Não há mesmo muito a fazer. Por isso, assim em traços gerais, trata-se de fazer a diferença entre o valor de venda e o de compra, e pensar que 50% desse valor vai ser tributado à nossa taxa de IRS. Há algumas detalhes, como abater os custos de escrituras e comissões de agência, mas em traços gerais, é com isto que devem contar.

Para quem está a fazer negócio para habitação própria permanente, a coisa já muda de figura…

Sempre que existe reinvestimento do valor da venda, numa nova compra, esse novo valor de compra vai ser tido em conta na hora de fazer as contas e há algo fantástico: pode-se fazer este reinvestimento 24 meses para trás ou 36 para a frente. Ou seja, eu posso comprar uma casa nova agora e depois tenho 2 anos para fazer a venda da casa antiga e isso vai contar para o cálculo.
Da mesma maneira que se vender a minha casa hoje, tenho 3 anos para poder reinvestir esse valor numa nova compra de habitação própria permanente (basta preencher o anexo G no IRS e dizer que vou reinvestir o dinheiro).

Mas muita atenção aos prazos, pois se houver uma distracção, pode ser razão para ter que pagar milhares de euros…

Deixo aqui um link que me pareceu muito completo para fazer as simulações e até já inclui os montantes de amortização de crédito, etc,. Ora experimentem aqui!

Na realidade, o tema pode ser muito mais complexo, porque pode haver heranças, doações, etc., (e aí  na maioria dos casos o valor que entra para cálculos é o valor patrimonial na altura da transacção) mas em traços gerais é com esta ideia que devem ficar:

MAIS-VALIAS = 0,5 X (Valor de venda – Valor de compra) X Taxa de IRS

Espero ter ajudado e se tiverem mais dúvidas, enviem para rcgarcia@remax.pt ou para o meu número.

Um beijinho e um óooptimo fim-de-semana! 😉

Partilhe:
Daily

Cuidado com eles (senhorios)!!

3 Julho, 2019

Olá!

Espero que estejam bem no mood de recomeços esta semana! 😉

Ora bem, como prometido, venho aqui falar de um tema que está a começar a dar alguns problemas, não só da minha experiência, como pelos comentários que tenho recebido de alguns seguidores!

E como eu acho que é um tema importante de esclarecer para evitar problemas, cá vai!

Não sei se se recordam, mas no início do ano, o Governo lançou uma portaria, na óptica de incentivar os senhorios aos arrendamentos de longa duração (e por consequência desincentivar o arrendamento de curta duração, motivo pelo qual, muita gente se queixava de não conseguir casas em Lisboa a um preço “decente”) que veio atribuir benefícios fiscais, a quem colocasse a sua casa no arrendamento de longa duração.

A ideia é, quanto maior for a duração do contrato, maior a redução da taxa de IRS.

Deixo aqui um quadro para perceberem como funciona:

Espectacular, não é?

Ora então qual o problema disto, estão vocês a pensar?

O problema é que estes incentivos estão a gerar a seguinte situação:

  • Um inquilino quer um contrato de 1 ano e o senhoria diz-lhe:
  • Vamos fazer aqui um contrato de 10 anos para eu reduzir a minha taxa em 14% e pagar metade, mas não há qualquer problema, você assina e depois quando quiser sair, sai
  • Os inquilinos muitas vezes, desconhecendo a lei, dizem ok, está tudo bem
  • O que acontece é que o inquilino é obrigado por lei a cumprir 1/3 do contrato, ora 1/3 de 10 anos, são 3 anos e qualquer coisa. O inquilino só queria ficar 1 ano
  • O senhorio diz que pode sair mas que tem que pagar as rendas equivalentes a 1/3 do contrato

Por isso! MUITA ATENÇÃO!!

Quando se assina um contrato de arrendamento, significa que temos sempre que cumprir 1/3 do prazo que está nele estabelecido!

Fazer o jeitinho ao senhorio, nestes casos, pode custar muito, mas muito caro!

Partilhem este post porque qualquer um de vocês ou dos vossos amigos, se pode meter nesta alhada sem querer/saber!

Um beijinho e espero que tenham ficado esclarecidos 🙂

Partilhe:
Daily

A (re)começar com um 1° Lugar!

2 Julho, 2019

Olá!!

O dia começou cinzento por aqui mas depois abriu… parece que o bom tempo está para chegar, vamos lá ver!

Mas ontem falava em recomeços, remember?

Então este recomeço não podia começar melhor com este reconhecimento… E é um primeiro lugar! Não é segundo nem terceiro!

Estou contente! Com a força toda de quem vira o ano (apesar de que só viramos o semestre, but anyway, as coisas têm a importância que nós lhes atribuímos)!

Bora lá Verão, bora lá negócios! Estamos cá para vos receber!

Há dois dias sem fumar, agora só me está a faltar mesmo voltar ao gym!! Uiii Serei a única?

Uma dica para esta semana de recomeços: escrevam os vossos objectivos anuais (há quem diga que escritos criam e reforçam as sinapses no cérebro, outros defendem que ao escrever estamos a enviar mensagens ao universo… pelo sim pelo não, escrevam!), dividam-nos por meses, depois por semanas e se possível por dias. Acreditem que, se não alcançarem os 100% do objectivo, vão alcançar seguramente mais do que se não o fizessem, porque simplesmente têm mais foco!

Isto é uma das coisas essenciais do curso de Alta Performance que estou a fazer… fica a dica!

Continuação de uma óptima semana para vocês! 😉

Partilhe:
Daily

Começar de novo…

1 Julho, 2019

Nova semana…

Novo mês…

Novo trimestre…

Novo semestre!

Novo espírito? Sim ou não?

Hoje é um dia mais do que ideal para começar de novo! Tudo se alinha, até ser o facto de ser dia 1, é uma espécie de 1 de Janeiro/Ano Novo mas no Verão!!

Para todos os que ainda não conseguiram por em prática alguns dos objectivos que traçaram no princípio do ano, hoje é o dia de recomeçar! Afinal de contas ainda falta exactamente metade do ano para ele acabar… Está na hora de dar corda aos sapatos!

Eu para vos dar um exemplo, hoje DEIXEI DE FUMAR! Ontem quando chegou a hora de comprar um novo maço tinha literalmente o anjinho e o diabinho a falarem comigo, por acaso acabou por ganhar o diabinho e ia comprar um novo maço mas estava esgotado, então pensei: é um sinal! 😛 Decidi que então é hora de deixar de fumar e quem manda na minha cabeça sou eu! É mesmo isto! Conseguimos tudo o que queremos, basta disciplinar a nossa cabeça!

Sabem que comecei um curso de Alta Performance com a Coach Sandra Félix (cheguei a colocar nos stories da semana passada e aconselho muito) e também comecei a ver alguns vídeos sobre a física quântica e a lei da atracção. Ambas as teorias dizem o  mesmo mas explicadas de forma diferente, por isso e acima de tudo, há que acreditar nos nossos sonhos, transformá-los em objectivos e correr atrás deles TODOS OS DIAS!

E vocês? Já pensaram qual é o vosso ou os vossos sonhos? Estão a correr na direcção certa?

Se o vosso sonho for trocar de casa, já sabem, é para isso que aqui estou! 😉

Um enorme beijinho e uma excelente semana!

P.S.: Esta semana ainda vou falar dos benefícios fiscais para senhorios e problemas que isso está a trazer!! Fiquem atentos!! 😉

P.S.2: Esta fotografia é no 13º andar do prédio onde tenho um T0 para venda, em Cascais: www.remax.pt/120151218-44

 

Partilhe:
Daily, De sonho

A Lapa no seu melhor!

27 Junho, 2019

Olá! Espero que estejam todos bem 🙂

Hoje venho aqui apresentar um apartamento que merece entrar na categoria DE SONHO!

A Lapa como raramente a vimos… Quando pensamos em Lapa, pensamos em apartamentos de charme, é certo, mas geralmente com dimensões mais pequenas, sem garagem e quase sempre em prédios de tabique!

Mas existe uma outra Lapa, a Lapa das casas com piscina, com garagem, de boas áreas e em prédios de placa! E é um apartamento assim que hoje vos apresento.

A área são 256m2, dois lugares de garagem, arrecadação e condomínio com jardim e piscina para aproveitar estes dias de calor! 😉

Deixo-vos algumas fotografias deste T5 na Buenos Aires, que vai fazer as delicias de muitos. Não só pelas condições/infra-estruturas mas pelo bom gosto da remodelação e decoração! Está e é tudo LINDO!!

Deixo algumas fotos e um pequeno vídeo. Se quiserem mais informações ou contactar-me directamente, têm tudo aqui: www.remax.pt/120151218-43

 

 

Partilhe:
Daily

O esforço compensa?

21 Maio, 2019

A resposta é… sim!! 🙂

Olá! Hoje escrevo-vos diretamente dos Açores. Lembram-se quando há um ano estava em Formentera a convite do Siimgroup? Pois bem, este ano a história repete-se e ainda bem!  😉

Voltei a estar no grupo dos melhores agentes e a surpresa este ano foi na ilha de São Miguel…

Aterramos há umas horas, para mim é a primeira vez e como já tinha ouvido que por aqui se vivenciam as quatro estações a qualquer altura, não estranhei o tempo de chuva.

Desta vez foi uma logística um bocadinho mais complicada com os filhos, porque o meu marido também está num pico de trabalho, estamos a contar com a ajuda da tia Sara para hoje e nos outros dias o resto da família se for preciso também ajuda! 😉

Um esforço conjunto de todos que gostava de agradecer aqui publicamente porque estive mesmo para não vir. O meu marido insistiu e disse que se tinha ganho este prémio tinha que o aproveitar! 🙂

Então hoje queria deixar duas mensagens… 2018 foi mais um ano de muito esforço, muito trabalho. Clientes incríveis a quem só tenho a agradecer e uma família que suporta todo este esforço, o que às vezes também não é fácil… mas o esforço compensa mesmo! Não só pelo lado dos resultados, que obviamente importam, mas pela nossa superação, auto-confiança, pela capacidade de nos desafiarmos e irmos mais além! Sim, o esforço compensa!!

A outra mensagem é de um profundo agradecimento… ao meu marido, filhos e família que estão sempre presentes e a apoiar!! E a TODOS os meus clientes. Que são cada vez mais e que são best of the best!!!

E agora vou-me preparar que vem aí uma actividade!! Hihih!

Um beijinho e uma óptima semana! 😉

Partilhe:
Daily

IMOCIONATE com este desconto! ;)

13 Maio, 2019

Olá e boa semana! Finalmente com óptimo tempo 🙂

Hoje venho aqui partilhar uma coisa muito boa… O Blog Unlock vai dar outra vez um óptimo desconto para irem ao grande evento IMOCIONATE iTEC!

Pois é… e com a minha experiência do ano passado, acho que é dos melhores eventos que temos no sector.

Este ano vai realizar-se a 26 de Setembro e o tema é Da habitação do futuro à mediação 3.0!

E o evento está tão imperdível que a nível de oradores há muitas surpresas:

Vão estar presentes dois oradores americanos: Crystal Washington, uma especialista em tecnologia e uma futurista certificada que já trabalhou com a Google, a Microsoft e a General Electric, que vem ao IMOCIONATE iTEC falar sobre como utilizar a presença online para gerar leads e como convertê-las depois em negócio efetivo.

O outro orador americano chama-se Marco Rufo, é atualmente Presidente da Beverly Hills/Greater Los Angeles Association of Realtors e construiu uma carreira de 20 anos como top producer, produzindo um mínimo de 100 milhões de dólares anuais. Marco Rufo vem ao IMOCIONATE iTEC partilhar o seu segredo, que lhe permitiu passar de motorista de limusine a especialista no segmento de luxo.

Mais uma vez o Tiago Forjaz, o Chief Dream Officer da MighT, que foi o orador favorito do público em 2018 e que vai regressar para falar sobre um dos temas favoritos da mediação imobiliária: como reter talento na equipa.

E porque o IMOCIONATE iTEC promete ser sempre um dia em cheio de formação e conhecimento, haverá ainda tempo para aprender a construir uma “marca que marca” com Cristina Amaro (apresentadora da SIC Notícias), aprender mais sobre motivação com a prestigiada piloto de todo-o-terreno Elisabete Jacinto e para conhecer as tendências futuras do consumidor face à habitação na apresentação de um estudo promovido pela UCI, o patrocinador principal do IMOCIONATE iTEC. Sem esquecer a startup village, em que os participantes poderão conhecer o que de mais moderno a tecnologia tem para oferecer ao setor imobiliário.

Bom, acho que são mais do que boas razões para não quererem perder este evento! 😉

E então para terem este desconto de 35€ no bilhete até 31 de Maio, basta:

  1. Preencher o formulário de inscrição que é apresentado no link http://www.imocionate-itec.pt/#inscricao
  2. Colocar o código promocional iTECunl001 no campo “Tem um código promocional?”.

Espero que tenham gostado da surpresa! 😉

Um beijinho e boa semana!

Partilhe:
Daily

É bom momento para pedir empréstimo?

7 Maio, 2019

Olá olá!

Esta semana trago-vos o terceiro e último vídeo sobre a série “Crédito Habitação”, que fiz com a Cátia Valério, especialista em crédito!

Muitas questões ficaram por responder, por isso sintam-se à vontade para comentar nas redes e colocar todas as questões que ainda querem ver respondidas! É para isso que cá estamos 😉

E agora vejam o vídeo e descubram lá se estamos num bom momento para avançar…

Um beijinho, continuação de boa semana e já sabem, se quiserem avançar, falem comigo, talvez possa ajudar!

Se quiserem falar com a Cátia Valério, aqui seguem também os contactos dela:

E-mail: cvalerio@maxfinance.pt

Telefone: +351 962275451

Partilhe:
Daily

10.000 e um esclarecimento!

23 Abril, 2019

Olá!

Espero que as Páscoa tenha sido boa, e que tenham comido apenas metade do que eu comi, para o vosso bem! 😉

Hoje venho aqui celebrar, mas também fazer um esclarecimento…

Celebrar porque cheguei aos 10.000 seguidores o Instagram!! Yuuuppiii!!

Era um grande objectivo meu, não só pelo número mas porque, para quem não sabe, a partir dos 10.000 seguidores passa a ser possível colocar links directamente nos stories e isso dá-me uma visibilidade aos conteúdos muito mas muito acima da média!

E agora isto serve para fazer um bocadinho a ligação com o esclarecimento que gostava de fazer. Muita gente me pergunta porque deixei de escrever aqui com tanta frequência… A resposta é: Porque as coisas mudaram!

Quando eu escrevia aqui todos os dias e colocava o link deste post no FB, esse post aparecia a muita gente… Acontece que o FB mudou o algoritmo e por mais que escrevesse, muito pouca gente da minha comunidade estava a apanhar os meus posts. Esta é uma das razões. A segunda razão é que no mundo digital as coisas estão sempre a mudar e temos que estar mesmo muito em cima. Quando fui ao primeiro web summit já se dizia que o futuro era vídeo vídeo vídeo!

Somos bombardeados com kilos e kilos de informação e a verdade é que no ano seguinte começaram a surgir os influencers a fazerem os vídeos nos stories, houve um boom de Youtubers e o vídeo hoje é mesmo rei!

Não quer dizer que as pessoas já não leiam, mas querem consumir o conteúdo de forma mais rápida e por isso, outras plataformas como o IG TV e Stories e o Youtube, ganham hoje mais preponderância do que os blogs.

Assim, e para não vos dar uma grande seca, vim aqui explicar que eu tenho estado À mesma, super activa no digital mas apenas transferi mais conteúdo para o Instagram e para o Youtube. Visitem-me lá, estou sempre a colocar coisas novas e não se esqueçam de subscrever o canal do Youtube e activar o sininho para receberem todos os vídeos novos.

Já somos 10.000 no Instagram e agora é que o mercado imobiliário não me para! hihih

Vou continuar a fazer os meus posts, não diariamente mas sempre que o assunto assim o exija! 😉

Beijinhos e vemo-nos por aqui ou pelos outros sítios! 🙂

Partilhe:
Daily

Da série… Crédito Habitação | O que está a mudar?

10 Abril, 2019

Olá olá!

Já não escrevia há uns dias porque tem sido uma roda viva de doenças lá por casa com os miúdos, com os miúdos a pegarem-nos a nós… enfim! Acho que já passou, espero que por uns bons meses… Mas quem tem filhos pequenos já sabe que de vez em quando há fases assim!

Hoje trago-vos o segundo vídeo da sério do crédito habitação que fiz com a Cátia Valério, a nossa especialista em crédito habitação.

Neste vídeo podem descobrir o que está a mudar em termos de requisitos, saber a diferença entre Spread e Euribor, a diferença em Taxa Fixa e Taxa Variável, p

perceber melhor o conceito da TAEG, e outras coisas…

Espero que este vídeo vos ajude e já sabem, não comecem a ver casa, sem antes tratarem da pré-aprovação do crédito! 😉

Os contactos da Cátia Valério estão na legenda do vídeo directamente no Youtube.

Resto de boa semana!

 

Partilhe:
Daily

Da série… Crédito Habitação!

18 Março, 2019

Bom dia!!

Ora bem-vindos  a mais uma incrível semana, ao que parece, cheia de bom tempo 🙂

Pois hoje trago novidades, andei a gravar com a nossa especialista do crédito, a Cátia Valério da Max Finance, uma série de 3 vídeos sobre o crédito habitação.

Este primeiro vídeo que hoje vos trago, é em específico sobre a pré-aprovação e o objectivo é explicar um pouco melhor o que é, o que é preciso para obtê-la e como se desenrola todo processo.

Noto cada vez mais que há clientes que fazem ao contrário, começam a ver casas antes de ter isto tratado e depois às vezes há surpresas.

Antes de começar a ver casas é importante saber quais os capitais próprios que deve ter disponíveis, até que valores poderá ir como limite e como se desenrola o processo de aprovação de crédito com clareza. Só com o trabalho de casa feito faz sentido avançar para o que quer que seja…

Deixo ainda a check list de documentação (que falamos no vídeo), ela pode diferir se trabalha por conta de outrem ou não, se é residente ou não, mas em traços gerais, aqui está a documentação que tem que entregar à minha colega Cátia para receber as propostas dos vários bancos (neste exemplo, considerei um cliente residente e trabalhador por conta de outrem):

  • Documentos Identificação
  • 3 últimos  meses Extratos Bancários
  • IRS declaração de entrega 2017
  • Nota de Liquidação IRS 2017
  • Centralização Banco Portugal
  • 3 últimos meses de recibos de vencimento
  • Declaração de efetividade
  • Identificação de despesas Gerais Mensais (Domesticas/Educação/ Saúde…)

Bom espero ter ajudado, se tiverem dúvidas, deixo também o link para o artigo em que entrevistei a Cátia Valério e onde podem encontrar todos os seus contactos 😉

Boa semana!

Partilhe:
Daily

O que mudou no arrendamento?

15 Março, 2019

Olá!

E quase com um pezinho no fim-de-semana, hoje trago aqui as principais alterações às leis do arrendamento. Vocês pediram e eu fiz! 😉

Então, nos últimos 6 meses foram aprovadas diversas alterações que vou tentar sintetizar aqui. Mas já sabem que nada disto dispensa a consulta dos diplomas legais.

A) Medidas de protecção aos inquilinos

  • Os contratos de arrendamento só podem ser celebrados com um prazo mínimo de um ano. A oposição à primeira renovação do contrato, por parte do senhorio, apenas produz efeitos decorridos três anos da celebração do mesmo, mantendo -se o contrato em vigor até essa data, ressalvando-se os casos em que o senhorio necessite do locado para habitação própria, ou dos seus descendentes em primeiro grau.
  • O atraso no pagamento das rendas (pagamento após o dia 8 de cada mês), implicará um agravamento de 20% (antes 50%), salvo se o contrato for resolvido com base na falta de pagamento. Se o arrendatário não fizer cessar a mora, o senhorio deve, nos 90 dias seguintes, notificar o fiador da mora e das quantias em dívida.
  • Caso o arrendatário se constitua em mora superior a oito dias no pagamento da renda (pagamento após o dia 8), por mais de quatro meses, num período de doze meses, poderá o Senhorio resolver o contrato, devendo informar o arrendatário, por carta registada com aviso de receção, após o terceiro atraso no pagamento da renda, de que é sua intenção pôr fim ao arrendamento.
  • O Arrendatário terá direito de preferência na alienação do locado há mais de dois anos, devendo nesse caso o Senhorio facultar-lhe tal direito por carta registada com aviso de recepção, e tendo o arrendatário o prazo de prazo de resposta de 30 dias a contar da data da receção da respectiva carta.
  • Será possível o senhorio por termo ao contrato por motivo de obras, mas só quando as mesmas impliquem o desaparecimento do locado. Caso contrário, o contrato fica suspenso durante o tempo que durarem as obras. Se o contrato for denunciado por motivo de obras, o inquilino tem direito a ser realojado numa casa equivalente.
  • Os arrendatários poderão fazer obras urgentes à casa, quando o senhorio não as executar, e terão direito a ser reembolsados.
  • Os inquilinos com 65 ou mais anos ou deficiência igual ou superior a 60% que tenham celebrado contratos antes de 1990 têm protecção especial.
  • Quando não existe um contrato escrito, considera-se que o arrendamento tem duração indeterminada se o inquilino provar que paga renda e ocupa o imóvel pelo menos há seis meses.
  • Nos contrato comerciais, nos cinco primeiros anos após o início do contrato, independentemente do prazo estipulado, o senhorio não pode opor -se à renovação do contrato.

B) Incentivos fiscais ao arrendamento de longa duração

  • A taxa atual a que os senhorios estão sujeitos é de 28% e pode ser reduzida até ao máximo de 10%.
  • Os contratos que durem entre dois e cinco anos terão uma redução de 2% ou seja a taxa baixa para os 26%.
  • A cada renovação, pelo mesmo prazo (entre dois a cinco anos), será aplicada nova redução de 2%. A redução máxima do IRS nestes casos será de 14%.
  • Nos contratos que tenham um prazo de duração entre cinco e dez anos os Senhorios serão tributados com menos 5%, ou seja, 23%. Também se aplica a regra da redução progressiva, conforme forem sendo feitas renovações do contrato e igualmente até um limite máximo de 14%.
  • Para os contratos com prazo de duração situado entre 10 e 20 anos incidirá uma taxa de IRS de 14%, e se os mesmos tiverem prazo superior a 20 anos, a diminuição será de 18%, ou seja, aplicar-se-á a taxa de 10%.

C) Programa de Arrendamento Acessível

  • O valor máximo que as rendas poderão atingir ainda não é conhecido e será definido mais tarde em portaria, mas terá como referência o valor das rendas publicado pelo INE.
  • Os senhorios que queiram colocar os seus imóveis no mercado de arrendamento ao abrigo deste regime terão isenção total de impostos sobre os rendimentos prediais, tanto IRS como IRC.

Bom, aqui têm um bom resumo por bullets, espero que tenha ajudado! E já agora gostava de ter a vossa opinião sobre as mudanças! O que acharam?

Beijinhos e bom fim-de-semana 😉

Partilhe:
Daily

O que mudou no IMI em 2019?

8 Março, 2019

Olá olá!

Esse Carnaval?

Espero que tenha sido óptimo. Por aqui foi mesmo muito divertido, fomos uns dias à Serra da Estrela com mais amigos e filhos, foi a confusão total mas soube tãaaao bem para repor energias! 🙂

Mas há que voltar e por as mãos na massa, preparar escrituras e outras novidades que vêm por aí! 😉

A pergunta de hoje é se sabem o que mudou no IMI para este ano?

Mas antes disso, e indo de encontro à pergunta que coloquei nos stories do meu Instagram, sabem o que é o IMI?

IMI (Imposto Municipal sobre Imóveis) veio substituir a contribuição autárquica em 2013, e é um imposto que se rege pelos princípios da equivalência ou do benefício e que incide sobre o valor patrimonial dos prédios.

Então vamos lá ver o que vai mudar este ano…

1. Prazo da nota de cobrança

Este ano, a liquidação passa a ser efetuada entre Fevereiro e Abril do ano seguinte ao do imposto. Um prolongamento de um mês face ao prazo atual de Fevereiro a Março. Assim, Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) deve enviar a nota de cobrança do IMI a cada proprietário, e disponibilizá-la na respetiva página do Portal das Finanças, até 30 de Abril.

2. Limite mínimo para pagar IMI a prestações

O limite mínimo a partir do qual o IMI pode ser pago em prestações vai passar para 100 euros. Quando o valor do IMI for superior a 100 euros e igual ou inferior a 500 euros, o pagamento é dividido em duas prestações. Acima de 500 euros, o imposto pode ser pago em três prestações. Até 100 euros, o pagamento do IMI tem de ser realizado de uma só vez.

Atenção que as regras de cálculo do imposto não sofrem qualquer alteração, apenas os limites para as prestações mudaram.

3. Prazos de pagamento alterados

  • Uma prestação (até 100 euros): Maio;
  • Duas prestações (mais de 100 euros e igual ou inferior a 500 euros): Maio e Novembro;
  • Três prestações (mais de 500 euros): em Maio, Agosto e Novembro.

4. Agravamento para imóveis devolutos

Para casas degradadas ou devolutas (há mais de 2 anos), a taxa pode aumentar em seis vezes. Existe ainda um aumento de 10%, em cada ano subsequente, até um limite máximo de 12 vezes.

 

Para calcular o seu IMI, basta multiplicar o Valor Patrimonial do seu imóvel (ver na caderneta predial que pode retirar do portal das finanças) pela taxa do seu município. Se quiser consultar as taxas para cada município basta fazê-lo aqui: Taxas

Espero que este post tenha sido útil e já sabe, se tiver mais alguma questão, não hesite 😉

Um beijinho e bom fim-de-semana! 😀

Partilhe:
Daily

5 Dicas | Preparar a casa para venda

25 Fevereiro, 2019

Olá!

Que tal esse fim-de-semana cheio de sol? Conseguiram aproveitar? Espero que sim! 🙂

Hoje trago-vos algumas dicas úteis para preparar uma casa para venda… E como o vídeo está na moda e já temos tanta coisa para ler, as dicas hoje, voltam a chegar em formato de vídeo, que tal? Gostam? Preferem? É mais fácil e rápido de consumir? Têm um contacto mais personalizado comigo? Ora dêem-me a vossa opinião sobre esta forma de comunicar, se têm gostado, que é para saber se continuo! 😉

Pois bem, como dizia, o vídeo de hoje fala de algumas dicas que podem ser úteis na hora de preparar a casa para colocar no mercado.

As dicas têm a ver com fazer obras ou não, como se deve arrumar a casa, como fazer o preço, etc…

Temos sempre que pensar que há coisas que são transversais a todos, como não ter coisas estragadas, mas outras como pintar uma parede de encarnado pode afugentar clientes que só gostam de azul! É importante ouvir um profissional e sobretudo quando chega a hora de fazer o preço, não deve haver deslizes!

Mas vejam o vídeo AQUI e digam-me o que acharam!

Já sabem, se quiserem vender ou tiverem um amigo que precise de ajuda, partilhem este vídeo!

Um beijinho e até amanhã 😉

Partilhe: