Daily, Quem sabe

Cátia Valério // Especialista em Crédito

9 Março, 2018

Olá, hoje é dia de fazer perguntas à Cátia Valério da Max Finance.

Trabalho com a Cátia desde que entrei para a RE/MAX, é a minha consultora financeira de eleição e é a ela que “entrego” os meus clientes que precisam de crédito! Corre tudo super bem.

Porque houve algumas alterações na concessão crédito, ficam aqui algumas informações importantes para quem está a pensar pedir empréstimo. Vou também deixar os contactos da Cátia, no rodapé, caso precisem! Não esquecer que, na maioria dos casos, as condições através da Maxfinance, são mais competitivas  e podem traduzir uma grande poupança de tempo e preocupação na gestão e tramitação do processo.)

 

Cátia, consegues resumir o teu percurso profissional?
20 anos de experiência na banca, actividades desde a área técnica no Departamento de Marketing, a áreas comerciais.

Há quanto trabalhas com o crédito habitação?
Desde 1999 com actividades direccionadas ao produto de Crédito habitação, nomeadamente na gestão de parcerias e dinamização comercial do Produto.

Mais recentemente houve alterações na lei do crédito. Em traços gerais, quais foram as principais mudanças?
O objetivo primário é termos uma lei mais prudencial na concessão de crédito. As principais alterações são:

  1. Novo formato de FIN(E)uropeia.  Uniformização de informação ao nível Europeu;
  2. A determinação e apresentação do Custo Global do Crédito expresso pela TAEG;
  3. O Cliente passa a ter informação do Montante Total Imputado ao Consumidor (MTIC). Qual o custo total que o seu financiamento vai ter (super importante!);
  4. Sempre que existir um Intermediário de Crédito, a FINE deve identificá-lo e indicar quanto é que o Banco lhe paga pela Intermediação do Crédito e com que base;
  5. A Formalização do Crédito e consequente compra em venda do imóvel só se pode realizar 7 dias (período de reflexão) após o Cliente e Fiadores receberem a FINE de Aprovação.

Que impacto achas que estas mudanças vão ter no mercado?
Irão sentir-se alguns impactos, nomeadamente na análise da taxa de esforço, embora não se alterem os rácios actuais, a análise de solvabilidade do cliente poderá limitar o rendimento líquido disponível.

  1. Na informação referente ao cenário de subida da Prestação, este deixa de ter como base a taxa de juro acrescida  + 1% e + 2% para ser o valor máximo do indexante (Euribor 1, 3, 6 ou 12 meses) dos últimos 20 anos;
  2. Na Taxa de Esforço com Stress, os bancos devem ter um cenário de prestação considerando um aumento de 3 pp na Taxa de Juro actual;
  3. Obrigatório ter em conta as despesas habituais para efeitos de análise e decisão de solvabilidade “a instituição deve atender a despesas de natureza pessoal e familiar”;
  4. Os Bancos devem estimar a perda de rendimentos futuros, exemplo, data fim de contrato de trabalho ou reforma;
  5. Se o Cliente for Fiador ou Avalista de outros Créditos os Bancos devem considerar o eventual aumento de despesas do Cliente se tiver se suportar os contratos em que está enquanto Fiador.

Da tua experiência e focando-te nos concelhos de Lisboa e Oeiras, se tivesses que elaborar uma média, quem são as pessoas que pedem empréstimo (perfil demográfico geral) e quais os valores de aquisição e de empréstimo?
Classe média, clientes jovens na compra da primeira casa e clientes média idade  (40/50 anos)  geralmente numa fase troca de casa.

Um tema que suscita muita curiosidade são as avaliações bancárias. Da tua experiência e falando no geral, elas têm ido de encontro ao asking price dos imóveis?
Sim, na grande maioria das situações temos verificado que as avaliações estão ajustadas ao valor da transacção.
Desta forma, a banca consegue “balizar” o rácio de financiamento garantido, o cliente tem de estar envolvido no negócio com capitais próprios, mínimo 15%.

Neste área do crédito habitação, para ti, o que seria para…

Lock (bloquear):  Fórmula de Cálculo da TAEG deveria ser diferente…

Unlock (desbloquear): Custos e Comissões bancárias e seguros de vida deveriam ser mais baixos.

Contactos da Cátia Valério:

Cátia Valério: Tlm: 962275451 | E-mail: cvalerio@maxfinance.pt

 

Partilhe:

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply